Home > Espiritualidade > A Cigana Dara
A Cigana Dara
Em stock (últimas unidades)
€19.90
Envio gratuito para Portugal.
Entrega em 24h para encomendas pagas até às 15h, em Portugal continental.
Sinopse

Em seus estados febris, a Cigana Dara revia sua vida. Imagens embaçadas mostravam uma gadj é ruiva, de olhos azuis, quando era bebê recém-nascida, sendo tirada do seio da mãe em sua primeira mamada... e sua mãe chorando, sendo levada... Era um ataque dos não ciganos ao acampamento onde vivia com seu pai e os irmãos ciganos... Seu pai, o cigano Ígor, um kaku, líder da tribo, amado e respeitado por todos, fora assassinado. Aos 14 anos, conheceu Dario, seu grande amor, um rapaz da alta sociedade, que apesar de amá-la, afastou-se dela por submissão a seu pai e pelo preconceito por namorar uma cigana. Dara morou em diversos acampamentos, sem se apegar a nada e a ninguém. Curava com plantas medicinais e lia cartas com muita sabedoria. No acampamento de Ramon e Helena, conheceu Miguelito, o charmoso cigano espanhol, rico, conquistador, exímio dançarino de flamenco, que se apaixona por ela à primeira vista. Esta obra mostra vida sofrida dos ciganos, o prejuízo que o preconceito pode trazer, a possibilidade de se manter íntegro e forte, até nos momentos de perdas dolorosas, como acontece com Dara. A força do feminino, da intuição e da magia estava presente nessa cigana, uma sensitiva e uma mulher sensual, que busca suas origens e respostas, enfrentando a crueldade dos preconceitos.

ISBN: 9788537010655
Edição ou reimpressão: 2017
Editora: Madras
Idioma: Português
Dimensões: 23 x 16 x 1,5 cm
Tipo de capa: Capa mole
Nº de páginas: 160
Tipo de produto: Livro
Peso: 275 g
Autor
Ceres Schoeny

Ceres Schoeny é natural de Catanduva, São Paulo. Casada, mãe de três filhas franco-brasileiras. Terapeuta corporal desde 1986 e taróloga desde 2000. Os oráculos sempre a fascinaram. Desde criança possui forte sensibilidade e intuição, mas somente veio desenvolver esse dom para a leitura das cartas na maturidade. Quando iniciou a carreira de taróloga, em dado momento, recebeu a inspiração para escrever a história da cigana Dara, e Dara foi o pseudônimo que utilizou em seu trabalho oracular em diversas ocasiões. E esse mesmo nome a inspirou no título desta obra. Este é o seu primeiro livro, o qual amou escrever do começo ao fim, envolvendo-se de corpo e alma.

Ver todos os títulos
Avaliações (0)
Ainda não foi efectuada nenhuma avaliação!